Livro: A Batalha do Apocalipse


Editora: Verus | 586 páginas | Livro no Skoob
- Sinopse-
Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.
Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados, Ablon, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.
Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.

- Resenha -

Há muitos para falar mal deste livro como também há muitos para falar bem. Os que falam mal, na maioria das vezes é para criticar o modo como o autor pôs o arcanjo Miguel como o principal vilão da história. Mas as pessoas tem de pôr na cabeça que isso é uma ficção e temos de aprender a diferenciar as coisas, senão vamos deixar de conhecer bons autores e livros por causa de nossas crenças.

Bom, no livro Deus adormeceu após ter criado o mundo e este esta por comando dos Arcanjos do céu. Porém o Arcanjo Miguel quer conquistá-lo e acabar com a raça humana pois, segundo ele, somos apenas homens de barro e já eles foram criados pela luz divina. Com toda esta ambição alguns anjos e generais comandados pelo general Ablon se rebelem contra Miguel querendo defender a humanidade e para isso chamam ao seu lado o Arcanjo Lúcifer, que finge estar ao lado deles.
Mas após Lúcifer denunciá-los a Miguel, o mesmo os expulsa do céu para viver para sempre na Terra e Lúcifer arma uma guerra sangrenta contra Miguel e seu exército, porém acaba perdendo e ele e seus discípulos são mandados ao inferno, onde Lúcifer governa.Mesmo Ablon e os outros anjos renegados estarem na Terra, Miguel manda alguns anjos para persegui-los e matá-los, assim não atrapalharão seu plano de governar o mundo no fim do Apocalipse.
E a história vai seguindo com diversos flashbacks de Ablon (personagem principal) no céu e sua vida na Terra, suas lutas para não deixar que Miguel e Lúcifer realizem seus desejos malignos e seu romance com a Shamira, uma necromante que ele conhece na Babilônia na Inglaterra Medieval.
Eduardo Spohr abusou bastante dos detalhes para podermos nos sentir realmente dentro da história ao ler o livro e nada é fora do contexto, tudo no fim se junta à um objetivo.
Amei este livro e o considero um dos meu prediletos. Recomendo que vocês o leiam pois não vão se arrepender!

Arquivado em:   ,