O Jeito Certo de Amar

Foto por Haley Sheffield no Pinterest 
Existe por acaso jeito certo e errado de amar? Já me fiz essa pergunta várias vezes e cheguei à conclusão de que isso não existe. Muitas pessoas acham que amam alguém mas na verdade só sentem paixão, não é a mesma coisa. Paixão é algo que te deixa com o coração palpitando mas que passa logo depois que a pessoa te dá as costas, e você só sente aquilo de novo quando a vê  novamente.

Já achei que eu era errada por amar demais, por fazer demais, mas não é verdade. Cada um tem um jeito de amar, mesmo que a gente ache que é errado, que é menos. Já pensei que queria um namorado que fizesse por mim tudo o que eu já fiz um dia por alguém; que se eu fosse um garoto seria o melhor namorado do mundo! Mas não se deve julgar o amor de ninguém, pois mesmo que às vezes pensamos “ah, eu amo ele mais do que ele me ama!” cara, só Deus sabe! Nem todo mundo consegue expressar seu amor, pode ter sofrido uma desilusão e ficou meio fechado para dizer o que realmente sente.

Quando você ama alguém você aceita a pessoa do jeito que ela é, tenta compreender todos os problemas para que possa confortá-la nas horas de estresse. Quando você ama você não julga, você não ofende, você apenas ama e não quer perder seu tempo brigando por causa de um cisco, uma coisa tão pequena e besta que não faz diferença alguma no futuro dos dois. Quando você ama você não tenta moldar a pessoa do jeito que você acha bom, apenas a ajuda a se organizar melhor, a ser menos o lado negativo e mais o positivo, ou seja, a melhorar. Não tentar borrar a imagem dela, até porque você a amou do modo como você está vendo aí, óh!

Não é tão bom receber um “eu te amo”? Então diga que o(a) ama! É legal receber presentes, mas dar e ver a felicidade estampada no rosto de quem você ama também é maravilhoso, ainda mais se vier de dentro, do fundo do coração.


Me acompanhe também nas redes sociais
Facebook | Twitter | Instagram | Pinterest | Bloglovin | Youtube 
Arquivado em: