Brincadeiras de infância que sinto falta

Não são pés bonitinhos

Hoje eu estava lembrando das coisas que eu fazia quando era pequena, das brincadeiras, da inocência. Depois fui caminhar de manhã com meu amigo e ele começou a contar as travessuras dele, e pensei que seria legal eu deixar guardado aqui as minhas brincadeiras que sinto tanta falta!

Descer o morro de casa de bicicleta e brincar de van
Eu e minha irmã gêmea ganhamos cada uma uma bicicleta roxa brilhosa linda, e a partir daí começamos a andar loucamente e era tão legal! Lembro que meu pai só deixava nós sairmos para rua andar de bicicleta quando a sombra alcançasse o muro lá de casa, e nós ficávamos na janela vigiando a sombra chegar para sairmos e descermos o morro com os dois pés no guidão da bicicleta!
Hoje não tenho mais coragem de fazer isso hehehe

Até a 5ª série eu e a Bruna íamos para escola de topique (van escolar) e por causa disso nós brincávamos que nossas bicicletas eram vans e parávamos em alguns lugares do quintal de casa para buscar os alunos invisíveis, mas todos tinham nomes! Uma aluna que eu buscava sempre estava atrasada tomando banho ou passando perfume hehehehe

Fazer comidinha com goiaba podre
O quintal da minha casa é muito grande e tem um espaço onde há pés de várias frutas; chamávamos esse lugar de "floresta". Na minha cabeça a floresta era tão grande e cheia de lugares pra explorar, mas hoje vejo que é só um espaço com plantas e poucas árvores hehehe

Tem uma época do ano que as goiabeiras ficam cheias e acabam caindo várias goiabas no chão por ficarem maduras ou bicadas pelos pássaros. Eu e a Bruna pegávamos essas goiabas, jogávamos num balde e amassávamos com um pau formando aquela pasta mal cheirosa que seria nosso bolo hehehe

Subir nas árvores
Se você tem alguma goiabeira em casa, com certeza já subiu nela! Adorávamos escalar e subir bem alto nas goiabeiras. Em uma delas tinha um lugar que eu subia e sentava que eu brincava que era minha moto. Teve uma vez que subi lá e esqueci como descer. Chorei demais com medo de ficar pra sempre lá. Imaginava minha mãe tendo que ligar para os bombeiros me ajudarem a descer e me desesperava ainda mais!

Fingir que era ginasta 
Na época das Olimpíadas eu e a Bruna adorávamos assistir as competições de ginástica Olímpica - até hoje gostamos. Quando acabava, nós saiamos de casa, desenhávamos um retângulo com giz no chão fingindo que era nosso cavalo, e ficávamos pulando ali super acrobáticas. Quando a Bruna pulava eu era o comentarista e vice-versa. Era super legal hehehe

Irmã gêmea metida
Nossa, essa é boa hehehehe É cada coisa que eu e a Bruna inventávamos que eu não sei de onde vinha essas ideias. Uma vez inventamos a Metida, nossa outra irmã gêmea que copiava nossas ideias mas, como ela não tinha talento, todas as coisas que ela inventava eram preto e branco, tipo ???
Por exemplo, no Carnaval, brincávamos que a "Bárbara e a Bruna famosas" eram rainhas de bateria da Beija Flor e a Metida sempre tentava ocupar nossos lugares, ou quando estava desfilando usava preto e branco hehehe Às vezes eu fazia a Metida, às vezes a Bruna...revezávamos, mas ela aparecia do nada.

Essas brincadeiras são as que mais sinto falta. Vamos crescendo e perdendo um pouco disso, mas eu e a Bruna ainda temos coisas que são só nossas.
E vocês, tinham brincadeiras diferentes assim?
Beijos da Babis (:



Me acompanhe também nas redes sociais
Facebook | Twitter | Instagram | Pinterest | Bloglovin | Youtube 
Arquivado em:   , ,